Idoso Esperança

Idoso Esperança

Citizen Journalism

A pandemia trouxe no seu bojo um pouco de negligencia com nossos idosos carentes. Por conta da pandemia os lares não podem receber visitantes, com o afastamento as doações diminuíram ainda mais. Estou falando dos lares aqui do Guarujá, mas certamente isto é uma realidade em toda parte – fiquem atentos.

Em um texto mais antigo disse o seguinte:

“Criança Esperança – Todo ano tem uma campanha ferrenha da Globo para quebrar recordes de arrecadação de doações. É muito bonito esse movimento todo, emociona a todos nós.

Todos estamos sempre prontos a dar uma mão, de um modo ou de outro, para os que estão para sair das fraldas e crescer. Queremos que eles tenham condições de se formar bem. Isso vai garantir o futuro.”

– Nossos anciãos também precisam de carinho e atenção. Quem está – por vezes – retornado ás fraldas precisa de esperança também. ( texto completo )

Duas amigas criaram um grupo no Instagram para socorrer os lares locais.  Thais Kostiw e Vanessa Seino arregaçaram as mangas e foram a luta.

#cadaacaoconta

Vanessa sempre teve muita curiosidade em saber qual eram as histórias dos idosas que estavam na unidade do Santa Rosa.
Ela ouviu histórias de abandono da família, solidão e etc…
“Mas com o meu amadurecimento vi em casos muito próximos a dificuldade que era manter um idoso, pois as famílias também precisavam trabalhar para pagar o tratamento e cuidados que esses idosos precisam.” disse Vanessa

Thais também já trabalhou em Albergues e vivenciou muitas histórias. Fez estágio de enfermagem no asilo do Santa Rosa e testemunhou a tristeza desses idosos, enclausurados agora mais ainda por conta do Covid-19.

Elas arrecadaram aproximadamente 150 pacotes de fralda desde o início da quarentena. Estão espalhando pontos de coleta pela cidade para facilitar as doações e que mais pessoas participem.

“As pessoas também colocam em nossas caixas roupas, é bom, mas honestamente não é uma grande necessidade. O mais difícil, por incrível que pareça, é conseguirmos suplemento alimentar tipo Mucilon e farinhas lácteas. É algo muito fácil de comprar em mercado e quase não conseguimos doações.” Afirmaram

Você pode ajudar de várias formas

Se você tiver Instagram, pode segue o projeto @provoguaruja. “Ajuda muito a gente na busca de doação para os asilos de Guarujá dos seguintes itens:

– fraldas geriátricas tamanho P e M

– suplemento alimentar como farinhas Lácteas.

Quando você segue e comenta os posts, o Instagram entrega melhor o conteúdo do projeto para outras pessoas da nossa cidade.” explica Vanessa.

Pra quem não tem tempo:

Fraldas G: https://oferta.vc/v2/279c5cb732a
Fraldas M: https://oferta.vc/v2/279cb155272
Farinha Láctea: https://acesse.vc/v2/280643bda10

Pontos de entrega:

www.facebook.com/lrpiacolhimentofeminino
HORTIFRUTI BETEL
SOLYPRINT
(Logo teremos mais pontos aqui)

Vamos lá, vamos nos unir a Thais e Vanessa nesta ação, boas ideias têm que ser levadas a diante, participe, compartilhe!

apoio a produção deste blog:

apoio eing soly (2)

Leave a comment

Back to Top