Capitol Hill Under Attack
Comments Off 195

Capitol Hill Under Attack

Blogroll, Citizen Journalism

WASHINGTON — A Capitol Police officer was killed Friday after a man rammed a car into two officers at a barricade outside the U.S. Capitol and then emerged wielding a knife. It was the second line-of-duty death this year for a department still struggling to heal from the Jan. 6 insurrection.

Video shows the driver of the crashed car emerging with a knife in his hand and starting to run at the pair of officers, Capitol Police Acting Chief Yogananda Pittman told reporters. Authorities shot the suspect, who died at a hospital.https://www.washingtonpost.com/?nav=globaltop

We are deeply sorry for the offers families and their loss, nevertheless there is a pertinent question: Why wasn´t the perpetrator shoot on his legs so he could speak when caught? After all, it was not a terrorist or was the least prepared one ever, most likely it was a lunatic, one guy in a common car with a knife…

It is a tragic moment specially because the house was preparing to lower its fences in what for some was a demonstration of normality and confidence. Unfortunately today´s event will, most probably, drive member to vote otherwise.

Up Date:
NY Times:

“The suspect, Noah R. Green, 25, was identified by two law enforcement officials and a congressional official. He was from Indiana and died after being shot by the Capitol Police.

On Facebook, Mr. Green had posted speeches and articles written by Mr. Farrakhan and Elijah Muhammad, who led the Nation of Islam from 1934 to 1975, that discussed the decline of America.”

Tradução: Ataque ao Congresso Americano

WASHINGTON – Um oficial da Polícia do Capitólio foi morto na sexta-feira depois que um homem atropelou dois policiais e bateu em uma barricada fora do Capitólio dos Estados Unidos e emergiu empunhando uma faca. Foi a segunda morte em serviço neste ano em um departamento ainda lutando para se recuperar da insurreição de 6 de janeiro.

O vídeo mostra o motorista do carro acidentado emergindo com uma faca na mão e começando a correr para a dupla de policiais, disse a repórteres a chefe interina da Polícia do Capitólio, Yogananda Pittman. As autoridades atiraram no suspeito, que morreu no hospital. https://www.washingtonpost.com/?nav=globaltop

Sentimos profundamente pelas às famílias dos policiais e sua perda, mas há uma questão pertinente: Por que os policiais não atiraram nas pernas para suspeito poder falar uma vez capturado? Afinal, não foi um terrorista, ou foi o mais mal preparado do mundo, provavelmente foi um lunático – um cara em um carro comum com uma faca …

É um momento trágico principalmente porque o Congresso se preparava para tirar as grades, o que para alguns era uma demonstração de normalidade e confiança. Infelizmente, o evento de hoje, irá, provavelmente, levar os membros a votar de outra forma.

Atualização:
NY Times :

“O suspeito, Noah R. Green, 25, foi identificado por dois policiais e um funcionário do Congresso. Ele era de Indiana e morreu após ser baleado pela Polícia do Capitólio.

No Facebook, Green postou discursos e artigos escritos por Farrakhan e Elijah Muhammad, que lideraram a Nação do Islã de 1934 a 1975, onde discutiram o declínio da América. “


Back to Top