O Futuro Começa Agora

Blogroll, Citizen Journalism, Estilo de Vida

Invista no Futuro. Agora.

O medo geral é da crise. Vai se aprofundar, vai ser muito longa? Esse é o assunto da mídia. Ao mal estar do momento econômico somamos agora a calamidade ambiental em Minas Gerais, no Rio Doce, e o terrorismo na França. É preciso ser forte e realmente empreendedor para olhar com perspectiva para o futuro. Mas é exatamente o que precisamos fazer. Porque assim como uma viagem de 10 mil quilômetros se faz km a km o nosso futuro econômico depende de ações no presente.

Neste aspecto o tema geral da Feira Internacional da Amazonia (FIAM 2015) cai como uma luva para a situação que estamos todos enfrentando. O modelo da Zona Franca de Manaus (ZFM) foi idealizado pelo Deputado Federal Francisco Pereira da Silva e criada pela Lei Nº 3.173 de 06 de junho de 1957, como Porto Livre.

De 1991 e 1996, entrou em vigor a Nova Política Industrial e de Comércio Exterior, marcada pela abertura da economia brasileira, redução do Imposto de Importação para o restante do país e ênfase na qualidade e produtividade, com a implantação do Programa Brasileiro de Qualidade e Produtividade (PBPQ) e Programa de Competitividade Industrial. A edição da  Lei 8.387 de 30 de dezembro de 1991, estabeleceu profundas mudanças no modelo ZFM.

Atualmente, a Suframa, depois de varias fases de ajustes às políticas econômicas da União, consolida o processo de revisão do seu planejamento estratégico, em que melhor configura o desempenho da sua função de agência de desenvolvimento regional. Ao mesmo tempo, incrementa projetos para o fortalecimento do PIM e de aprofeitamento de potencialidades regionais, sobretudo por meio do Centro de Ciência, Tecnologia e Inovação do Pólo Industrial de Manaus (CT-PIM) e do Centro de Biotecnologia da Amazônia (CBA).

Este novo perfil tem as seguintes características:

  • O prazo de vigência do modelo foi prorrogado de 2013 para 2023, por meio da Emenda Constitucional n.º 42, de 19 de dezembro de 2003;
  • A definição de Processos Produtivos Básicos (PPBs) para produtos fabricados no PIM é orientada pelo maior adensamento de cadeias produtivas nacionais, inclusive dos biocosméticos;
  • Há um esforço para ampliar a inserção internacional do modelo, sobretudo por meio de missões comerciais, participação em acordos de comércio exterior e realização de eventos de promoção comercial, a exemplo da Feira Internacional da Amazônia;
  • Permanece a busca pelo aumento das exportações e maior equilíbrio da balança comercial;
  • Há um esforço das indústrias do PIM em fomentar o adensamento tecnológico do parque industrial, por meio de investimentos em institutos de pesquisa regionais, sobretudo advindos de recursos do percentual destinado à Pesquisa e Desenvolvimento (P&D), determinado pela Lei de Informática em vigor;
  • Ampliam-se os investimentos da SUFRAMA em projetos de modernização produtiva e infra-estrutural nos municípios da sua área de atuação, envolvendo construção de aeroportos, estradas, estruturas turísticas, projetos pilotos de produção e capacitação de mão-de-obra.

Dentro deste escopo é correto afirmar que a FIAM vem de encontro aos anseios e proposta de atuação da SUFRAMA e é uma das melhores vitrines do que esta acontecendo em Manaus e das oportunidades para todos os tipos de investidores, tanto os que vem em busca de produtos como os que os querem produzir, em especial para exportar.

 

Então é tempo de deixar de lado os medos e as crises e partir para a ação. Agora – Como diz o mote deste evento. O futuro começa neste minuto e quem quer determiná-lo tem que agir. Ainda dá tempo para visitar o eventos, a FIAM 2015 começa hoje e vai até dia 21. Venha.

Agenda do Evento

Leave a comment

Back to Top