FIAM e Empreendedorismo = Pavilhão Amazônico

Blogroll, Citizen Journalism

Superintendente da Suframa, Rebecca Garcia (no centro), visita o Pavilhão Amazônico

Ainda que o PIM, Polo Industrial de Manaus, seja fundamental para a economia local e nacional, Manaus e a região não vivem só dele. A região toda tem muito mais a oferecer ao restante do pais e ao mundo. Produtos nossos, da floresta, ou subprodutos dela. A palavra de ordem sempre, sustentabilidade. Estive com compradores de São Paulo, Rio de Janeiro, Angola, Canada e Estados Unidos – para sitar apenas alguns. Todos em busca de novidades. A única reclamação que ouvi foi: “são poucos dias…”

O Pavilhão Amazônico da Feira Internacional da Amazônia (FIAM 2015) foi onde todos pudemos conhecer um pouco da arte, cultura e criatividade dos artesãos e produtores regionais, adquirir produtos “da terra” a preços acessíveis ou até mesmo identificar novas técnicas de produção artesanal e oportunidades de investimentos. A FIAM 2015 também ajudandou divulgar e a valorizar o artesanato produzido por comunidades ribeirinhas e indígenas da região. Um dos principais pontos onde o visitante do Pavilhão Amazônico pode encontrar novidades do segmento é no espaço organizado pela Setrab, por meio do Programa do Artesanato Amazonense e dos grupos de Economia Solidária. O espaço reúne aproximadamente 60 artesãos oriundos de dez municípios do Interior do Amazonas, exibindo, com maior destaque, trabalhos desenvolvidos com biojoias.

Essas e outras experiências vivenciadas pelo público que visitou o Pavilhão Amazônico. O local, que teve visitação gratuita, dentro de um anexo ao pavilhão principal da feira no Studio 5 Centro de Convenções, reúniu aproximadamente 60 expositores, incluindo artesãos e produtores oriundos dos Estados do Amazonas, Rondônia e Roraima e empresas de alimentação do espaço gastronômico da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel). Uma das empresas de ponta dentro deste escopo é a Bombons Finos, que é um exemplo de empreendedorismo e sucesso. O ar do Pavilhão Amazônico é empreender, para todos os lados vários exemplos cada um em um estágio diferente, mas todos muito vibrantes e contagiantes. Veja:

Empreendimento familiar que deu certo

Elma, perseverança:

Leave a comment

Back to Top