Fazer paz

Uncategorized
280820111538

Andava nervoso. Há algum tempo resolvi mudar, tentar pelo menos, e colocar um óculos mais brilhante para ver as coisas. Tomei como apoio um ensinamento da Psicologia: Reforço Positivo. Um reforço positivo plural, para mim e para os que me cercam também. Nesse espirito escrevi Datena X Requião (sobre o atendimento do pessoal do Frago Assado).

Desta vez foi a GOL. Domingo foi dia de ir com o The Flanders para Brasilia – um bate volta puxado. E, em relação aos voos, tudo estava bom, na ida e na volta. Check-in atencioso, avião limpo, tripulação amavel e a revista de bordo maravilhosa com destaque para três matérias: "Preta Gil, você é uma artista", "A Harvard Mineira" e "Saúde e Paz".

Reproduzo abaixo, na integra, "Saúde e Paz" matéria da sessão "Bem Viver" da Revista Gol escrita por Márcia De Luca. Ela disse tudo.

"Saúde não quer dizer ausência de doença. É um estado muito superior que envolve o bem-estar em todos os aspectos da vida: físico, psicológico, social… Ao reconhecermos que temos dentro de nós o poder de mudar nossa história, criando uma realidade de poder a nossa volta, nos fortalecemos. Ao reconhecermos que somos parte de um todo, ficamos ainda mais perto do ideal de saúde e felicidade que almejamos.

Só quem tem paz é saudável e feliz. E quem é feliz respeita a si e aos outros, respeita todo ser vivo. A felicidade fortalece nossa saúde. Assim entramos num círculo virtuoso e fazemos nascer uma nova civilização, salvando nosso planeta hoje ameaçado. Lembre-se, todos somos um.

Aproveite seu tempo para firmar o compromisso consigo mesmo de inserir em sua vida o que eu chamo de imãs da paz: incorpore a
paz em sua vida. É preciso ter a intenção só em relação aos outros, mas em relação a si mesmo. ' Pense paz: nada existe que não tenha sido pensado em algum momento. Os pensamentos são poderosos e se transformam em realidade. O pensamento projetado na consciência coletiva torna o mundo seu reflexo. Sinta paz: compaixão, compreensão e amor são os sentimentos que geram paz e fortalecem nosso sistema imunológico.

Fale paz: quando escolhemos conscientemente falar de paz nos colocamos em paz e compartilhamos esse sentimento. Aja paz: pensamentos e palavras precisam ser acompanhados de ação para mudar a realidade. Assim, precisamos efetivamente agir pela paz. Crie paz: colocando a criatividade para funcionar, somos capazes de criar paz ao nosso redor, buscando soluções que levam em consideração o bem comum. Compartilhe paz: além de criar paz, vamos compartilha-la incentivando os outros a usar os imãs dessa abundância coletiva. Dessa forma, podemos tudo: minimizar a fome, a miséria e, juntos, mudar o mundo.

Um bom exemplo de tudo isso é o Yoga pela Paz (www.yogapelapaz.org), que acontece este mês. É um sonho meu que, em 2006, tornou-se projeto ao ser sonhado por grandes amigos também. Nosso objetivo, desde então, é unir milhares de pessoas em São Paulo para meditar pela paz. Assim, criamos uma massa crítica com intenção de mudar a cidade, na medida em que o sentimento geral de paz é projetado na consciência coletiva." 

Fonte: Revista GOL – editora Trip

Leave a comment

Back to Top