Valter Suman – Como está o Gov. do Guarujá

Blogroll, Citizen Journalism

                                    Vote na enquete no final da página.

 

No dia 29 de outubro de 2016 nasceu o jornal A Ilha, chegou ao Guarujá fruto do esforço e persistência da Jornalista Iolanda Teixeira. (Guardei um exemplar)

suman

Dominava, oportunamente, a capa e a matéria central do novo periódico o tema do momento: as eleições para prefeito. Iolanda perguntou aos então candidatos: porque você quer ser prefeito/a do Guarujá?

Segue, na integra, a resposta do candidato escolhido pela maioria Dr. Valter Suman.

“Pior do que o governo dos maus é o silêncio dos bons. Esta frase marcou minha vida e me fez ingressar na vida política. Nos 30 anos em que exerço a medicina em Guarujá e Vicente de Carvalho, conheci lugares carentes de atenção social e situações de penúria vividas pela população.

Esta oportunidade de conviver com as mazelas sociais da população ficou ainda mais forte na década de 90, quando tive o orgulho de criar o Programa de Internação Domiciliar (PID), experiência que foi abraçada pelo Governo Federal e hoje se transformou no Programa Melhor em Casa, o que comprova que a tese que defendi há mais de 20 anos, a desospitalização , é uma diretriz clínica.

No impulso por participar da vida pública, disputei uma vaga de vereador em 2004, ocasião em que obtive mais de três mil votos, sendo reeleito em 2008. Em 2014, fui candidato a deputado estadual e obtive a melhor votação na cidade, o que me qualifica a disputar a prefeitura. Estou preparado para encarar os desafios do novo gestor que a cidade precisa.

Além de um choque de gestão, Guarujá e Vicente de Carvalho precisam de um choque de autoestima. A cidade está na UTI em relação à Saúde Pública, nossos indicadores de ensino não recomendam sossego do novo governante e a geração de emprego e renda é algo urgente.

Vou transformar o PAM da Rodoviária, nosso principal pronto socorro, em uma extensão de meu gabinete e não terei trégua até que a unidade seja modelo em termos de atendimento. Na Educação, vou criar vagas em creches com a ajuda da iniciativa privada, em especial as empresas da área portuária, que serão convocadas a minimizar nossos problemas sociais.

Para gerar emprego e renda, pretendo investir em turismo, com a criação de um centro de convenções e a implantação de turismo corporativo, como o turismo náutico e religioso, por exemplo. Enfim, quero dar a minha contribuição para escrever uma nova história da nossa cidade e conto com seu voto no 40 para nos ajudar nessa missa à qual acredito contar com a ajuda de Deus.

Principais propostas

Saúde
O setor de saúde precisa de um choque de gestão e eficiência na aplicação dos recursos municipais, estaduais e federais. As unidades precisam de infraestrutura e humanização no tendimento dos pacientes. O PAM da Rodoviária, no mais importante pronto socorro, será uma extensão de meu gabinete, que fica a 100 metros da unidade. Também pretendo humanizar o atendimento e melhorar de imediato as condições de trabalho e de atendimento no Pronto Socorro de Vicente de Carvalho. Rever a contratualização com o Hospital Santo Amaro vai permitir ampliar a quantidade de leitos, já que o quinto andar do hospital está desativado e vamos reativá-lo. Pretendo, ainda, ampliar o programa de internação domiciliar e criar convênios com clínicas particulares para acelerar a marcação e realização de exames complexos e de rotina. Com o apoio do Governo do Estado, ao qual meu partido é aliado, vou implantar em Vicente de Carvalho uma unidade do Ambulatório Médico de Especialidades, o AME Mais, garantindo um entendimento digno para a população.

Emprego e renda
Incentivar a atividade turística será a grande meta de meu governo. Vamos governar junto com as autoridades e os empresários do setor, implantando o Centro de Convenções e incentivando o turismo corporativo, como o turismo religioso e o turismo náutico, o que poderá oferecer um colorido às nossas praias. Dessa forma, poderemos romper o velho paradigma da sazonalidade, que deixa a atividade turística limitada aos dias de verão. A mão de obra será qualificada com o Programa Primeiro Emprego e, para isso, vamos utilizar a estrutura do Círculo de Amigos do Menor Patrulheiro de Guarujá, o CAMPG, que aguarda há dez anos para concluir sua segunda unidade. Vamos concluir a obra nos primeiros meses de nossa gestão, ampliando a capacidade de formação e qualificação profissional dos atuais 400 jovens para 3.600. Além disso, vamos aproveitar a relação com o Governo do Estado e a Secretaria Estadual de Desenvolvimento
Econômico, comandada pelo vice-governador Márcio França, que é do meu partido e meu modelo de gestor público, com a implantação de programas do Invest SP, autarquia que incentiva programas para geração de emprego e renda em todo o Estado.

Educação
A criação de pelo menos três mil novas vagas em creches será o primeiro desafio de minha gestão à frente dos destinos de Guarujá e Vicente de Carvalho. As mães que precisam trabalhar terão garantido esse direito expresso nas políticas públicas de ensino. A creche é o primeiro contato da criança com a educação e temos como meta zerar esse déficit com a ajuda da iniciativa privada, principalmente as empresas do setor portuário, às quais pretendo convocar para contribuir com a redução desse problema. Transformar a Escola de Tecnologia, a Etec, em Faculdade de Tecnologia Fatec, é outra meta que alcançaremos com o apoio do Governo do Estado, garantindo qualificação e capacitação para nossos jovens. A educação terá gestão compartilhada com os profissionais do ensino, aos quais pretendo ouvir diuturnamente. Enfim, o dinheiro público é fruto do suor do trabalhador, que o destina ao governo em forma de impostos. Esse dinheiro precisa ser administrado com respeito e essa será uma marca de meu governo.”

Leave a comment

Back to Top