Italiano Viaja o Brasil de Bicicleta

Blogroll

Giorgio Bravi (59), educador aposentado, está em uma aventura na América Latina há +/- 2 anos.  Tudo começou no Brasil.  Ele chegou, claro, de avião em São Paulo e ainda de avião foi para Alagoas, foi também o fim das viagens aéreas.

giorgio bravi

foto Walter Lemos

Em Maceió (AL) comprou uma bicicleta cargueira  e se manteve vendendo pizzas, bolos e pasteis na praia.  Mas o aventureiro não ficou parado lá por muito tempo. Giorgio já esteve no Mato Grosso, no Pará, no Amazonas, Acre, Roraima, Goias… Até no Peru!

A principio ele saiu de Alagoas só com a bicicleta, a mesma cargueira que está com ele até hoje,  saiu sem se quer ter como se manter. A necessidade é a mãe das invenções Giorgio começou a fazer e vender artesanato. Primeiro canetas decoradas com fio de cobre e agora incrementadas com figuras de bicicleta, coração, estrelas e etc.

O dinheiro do artesanato ajuda nas despesas pessoais e também com as da bicicleta. Mas a maior força, para seguir viagem, vem de estranhos ao longo do caminho, gente como Walter e Márcia Lemos, de São Vicente, na Baixada Paulista, que o receberam em suas casas. Se não fosse por estes inumeros amigos no caminho eu não conseguiria, disse Giorgio emocionado e grato.

17309545_10154374281086845_5647492111190563127_n

Giorgio me disse que adorou o povo da Baixada, foi muito bem recebido por todos. Na Terça-Feira passada os Lemos o levaram para o conhecido Pedal Terror no Guarujá.  “Tantos ciclistas juntos (95 nesta ultima edição), foi maravilhoso, que lugar lindo, quanta gente bacana!” Afirmou Giorgio.

17308827_10154374281566845_853156142372981008_n

Walter me informou que foi um prazer ter o ciclista em sua casa. “Foi como poder fazer parte da viagem dele”, afirmou.  Ficamos sabendo de muitos detalhes interessantes.

17358816_1848776502002941_6723368523270290577_o

“Na verdade todo o povo brasileiro é muito bom de coração, gosta de viajantes e de ajudar. Agora vou até o Chile visitar uma amiga e descansar por lá três meses” contou Giorgio. Perguntei se de lá voltaria para a Italia. “Não, volto para o Brasil!” disse enfático, “não volto mais para a Italia!”

Fico feliz de perceber que ainda há muito amor e carinho no coração do nosso povo. Se você tiver a sorte de encontrar o Sr. Giorgio Bravi no seu caminho, receba-o, vai ser uma oportunidade muito enriquecedora para você, sua família e comunidade, lembre-se: ele é um educador.   🙂

Fotos de Walter Lemos durante o Pedal Terror da ultima terça feira:

17309105_10154374280671845_2290787505664218358_n 17424617_10154374279976845_489930238461278086_n 17362383_10154374281016845_1711199372652202041_n

Search

Back to Top