Brasileiro Descobre Portugal de Bicicleta

bicicleta, Citizen Journalism, Estilo de Vida

falapedal-y-f

Arquivo: Raul conosco na última visita ao Brasil.

Arquivo: Raul conosco na última visita ao Brasil.

O brasileiro Raul Roberto, radicado no Canada, está agora pedalando por Portugal.  Nós, aqui no Brasil, que estamos seguindo sua viagem pelo Facebook, também estamos descobrindo a Terrinha.

Para que você possa pegar mais o espirito da coisas toda segue uma entrevista exclusiva:


Como você descreveria sua aventura?
Raul: Tem sido muito bom, me sinto à vontade e em casa em Portugal. A língua, os costumes, as comidas excelentes. A riqueza do patrimônio histórico é impressionante.

aaa raul costumes

O que o levou a esse trajeto? Porque Portugal?

Pessoal do Canada também está curtindo a aventura...

Pessoal do Canadá também está a curtir a aventura…

Raul: Esta é a minha primeira viagem à Europa, um grande continente com tanta coisa pra se ver e explorar. Decidi começar a viagem em Lisboa, Portugal, onde o clima é mais ameno e a Primavera já estava adiantada na época da minha vinda aqui, 20 de Abril.

Depois, planejava seguir e ver vários países, originalmente o meu retorno ao Canadá seria por Amsterdam. Mas uma vez aqui, ficou claro que seria difícil manter um ritmo de viagem intenso, para cobrir a distância envolvida, e modifiquei o meus planos para retornar de Madrid, Espanha, mais próxima do meu giro aqui por Portugal.

Aventura demarcada

Aventura demarcada

Quantos quilômetros pretende fazer e quantos já fez?
Raul: Originalmente, o plano era muito longo, cerca de 3000 km total em dois meses. Com a mudança do retorno via Madrid, pude relaxar e passar tempo em muitas das cidades fascinantes por aqui. No momento, em cerca de 30 dias de viagem (não contando dias de descanso), completei 1700 km aproximadamente.

cheiros e sabores vivos

cheiros e sabores vivos

Você já é experiente, que outros pedais parecidos já fez?
Raul: Sim, ano passado foi a primeira vez que sai para um tour assim, por conta própria, carregado e viajando sozinho. Estive fora 30 dias em Julho/Agosto, outros 17 dias em Setembro em outra viagem, além de uma curta para encerrar a estação, totalizando 50 dias na estrada.

Já tinha feito viagem mais curta, sem tanta bagagem, para ficar em motéis, uns 5 anos atrás, também.

Como podemos ter saudades de onde não estivemos?

Como podemos ter saudades de onde não estivemos?

O que é mais importante para você em uma volta como está?
Raul: Que a pessoa tenha o equipamento e a experiência para ter uma boa experiência. Portugal é sensacional para se visitar, e viajar por aqui de bicicleta é muito bom, econômico, mas seria recomendável que a pessoa já tivesse experiência prévia. A navegação é mais difícil do que em tours na América do Norte, por exemplo.

É Portugal mesmo!

É Portugal mesmo!

Tomaste algum susto?
Raul: Sim, quando peguei um táxi do aeroporto para o hostel em Lisboa aonde ia ficar. Dois quilômetros e meio, e ele me cobrou 20 Euros. (Risos)

A alegria da aventura, cada dia uma novidade.

A alegria da aventura, cada dia uma novidade.

Qual o melhor momento até agora?
Raul: Cada dia é muito bom, adoro a liberdade de estar assim, viajando à vontade. As vistas, as cidades com tanta história, o passado distante ainda visível em tantos pequenos detalhes.

Planejamento e segurança, os segredos de um bom cicloturismo.

Planejamento e segurança, os segredos de um bom cicloturismo.

 

Leave a comment

Search

Back to Top